O que é Tupia? Conheça os Tipos e Funções!

O que é Tupia? Conheça os Tipos e Funções!

A protagonista do hoje é uma ferramenta multitarefas, usada principalmente por marceneiros para realizar acabamentos detalhados em todos os tipos de madeira: a famosa tupia. A ferramenta elétrica é muito utilizada na construção civil e até em trabalhos artísticos. O equipamento permite fazer ranhuras, entalhos, encaixes, entre outros detalhes minuciosos e delicados. Um acessório fundamental para deixar um toque único no seu projeto.

Se você é profissional ou veterano no manuseio da tupia, fique atento! Hoje vamos falar um pouco mais sobre as funcionalidades dessa ferramenta voltada para trabalho em madeira. Além disso, vamos dar algumas dicas de como obter o excelente resultado com o equipamento. Acompanhe!

Tupia: o que é?

A tupia é a ferramenta elétrica de precisão, o eixo central que gira em alta velocidade, é ideal para dar diferentes tipos de acabamento em uma peça de madeira. O equipamento acompanha uma guia paralela, que garante cortes precisos. Outro acessório é o guia de profundidade, que vem com dois mecanismos para ajustes de altura e regulagem.

Por ser uma ferramenta muito forte e potente, toda segurança é pouco! É fundamental estar equipado com roupas adequadas – como EPIs – durante o manuseio. Inclusive, é recomendado segurar com as duas mãos e não esquecer de acionar as travas de segurança.

No mercado, existem diversos modelos e marcas de tupia, com diferentes variações. Entretanto, podemos dividir a ferramenta em 3 tipos: coluna, laminadora e de mesa. Embora pequena, a máquina é ideal para trabalhos mais complexos em diversos tipos de madeira. Se você gostaria de saber um pouco mais sobre cada tipo de tupias, continue a leitura com a Casa da Soldador!

1 – Tupia de mesa

Entre os tipos de tupia, a de mesa é a mais indicada para uso profissional. Por ser uma máquina mais robusta, o equipamento é recomendado para trabalhos em peças de madeira maiores como: portas, janelas e bancadas.

A tupia de mesa é um equipamento de alta resistência. Os modelos disponíveis no mercado contam com protetor térmico e trava de segurança. Além disso, a tecnologia das lâminas reafiáveis, garante uma maior economia de energia elétrica. Então, se você é profissional, já sabe que a tupi de mesa é ideal para facilitar a empreitada de carpinteiros e marceneiros.

2 – Tupia de coluna

Para quem busca por um acabamento perfeito, a tupia de coluna é a mais recomendada. A ferramenta, muito utilizada no segmento de marcenaria, é ideal para aplicação de fechaduras e dobradiças, além de cortes de encaixe.

Se você quer investir em uma tupia de coluna, veja todas as tecnologias e benefícios que a ferramenta oferece. No mercado você encontra modelo profissional que acompanha pinças, fresa, guia copiadora, chave para fazer a troca das fresas, adaptador para o sistema de aspiração e guia paralela.

Para trabalhos em madeiras duras e com rebaixo, a potência da ferramenta faz toda diferença. Além da potência, existem outras especificações importantes que podem impactar diretamente na qualidade da do trabalho, desgaste e quebra do equipamento, que é a velocidade.

Então, o recomendado é investir em um máquina com controle de velocidade que garante constante, proporcionando uma usinagem perfeita.

3 – Tupia Laminadora

Como o próprio nome já diz, a tupia laminadora é desenvolvida para trabalhos laminados que não requerem muita potência. Se você está começando a trabalhar com marcenaria, a ferramenta vai atender muito bem as suas expectativas pela sua característica multitarefas.

Para garantir um bom desempenho do trabalho, é recomendado investir em marcas conhecidas, que garantem uma rotação eficiente e que passe segurança ao usuário.

Antes de trocar as pinças e fresas da ferramenta, sempre observe se está fora da tomada para não correr risco de acidentes. A tupia laminadora é utilizada para acabamentos, chanfros, entalhos, molduras, vincos, entre outros, com passadas pequenas e aos poucos no pedaço de madeira. Assim, você garante um trabalho de qualidade e não danifica o equipamento.

Dicas para utilizar a tupia

Independente do tipo de tupia, é importante tomar alguns cuidados necessários antes de manusear a ferramenta. É fundamental saber se o tipo de voltagem do seu equipamento elétrico – 110 V ou 220 V – antes de colocar na tomada, pois a voltagem errada pode queimar a ferramenta. Além disso:

  • Adicione a fresa conforme o trabalho que for realizar;
  • Ajuste as rotações ao tamanho da fresa e ao material que vai trabalhar;
  • Fixe a ferramenta na superfície de trabalho ou prenda na bancada;
  • Se necessário, utilize sobras de madeira como apoios para proteger o material contra marcas de pressão;
  • Regule a profundidade de fresagem de acordo com o trabalho desejado.

E não se esqueça de utilizar equipamentos de proteção individual (EPI) pertinentes para o manuseio da tupia, garantindo maior segurança. Lembre-se: ao operar a ferramenta, é importante segurá-la com as duas mãos e fixar bem a peça que será trabalhada.

Agora que você viu quais são os tipos de tupias, antes de adquirir a sua, é importante ter em mente qual o tipo de trabalho você vai realizar. Além disso, dependendo da identidade que você vai criar na madeira, seja ranhuras, molduras, entalhes, chanfros, encaixes ou detalhes arredondados, escolha a fresa adequada para o seu trabalho e consiga o acabamento fino que o seu projeto merece!

Por hoje ficamos por aqui. Mas vale a pena dar uma olhada em nosso conteúdo sobre lixadeira para madeira, viu? É uma forma de realizar um trabalho ainda mais acabado e bonito. Confira!

Casa do Soldador

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços e personalizar nossa publicidade. Ao prosseguir navegando, você aceita esta política de monitoramento. Para mais informações, consulte nossa Política de Privacidade