Tipos de Disco de Corte: 8 Opções Com a Casa do Soldador

Tipos de Disco de Corte: 8 Opções Com a Casa do Soldador

Os tipos de disco de corte são diversos e projetados para auxiliar na preparação de materiais, dessa maneira podendo cortar metais, pedras e madeiras. É uma ferramenta muito usada no setor industrial, assim como no artesanato, nas marcenarias, na construção civil entre outros, participando no corte de tubos, barras e chapas, por exemplo.

Para que você saiba qual a melhor escolha para seu oficio, confira a lista com oito melhores opções de disco de corte que preparamos especialmente para você.

Tipos de Disco de Corte

Há inúmeros tipos e marcas de discos, e é importante entender que cada um foi projetado para um tipo especifico de material. Ou seja, se você quer cortar madeira, não deve usar um disco de corte para ferro e vice-versa.

Além disso, é importante entender a diferença que a espessura dessa ferramenta faz, pois quanto mais fino o disco, mais rápido e preciso o seu corte será, evitando faíscas e menor será o aumento da temperatura do material cortado.

Isso é essencial, já que alguns materiais podem sofrer mudanças desagradáveis no seu formato quando muito aquecidos. Mesmo assim, os discos com maior espessura também são bons, pois possuem uma vida útil maior e costuma ser mais em conta. Por isso os discos de corte variam de 1mm de espessura até o clássico de 3mm.

Depois de conhecer mais sobre suas diferenças, você poderá procurar por um disco de corte da Casa do Soldador com confiança! Então não se preocupe, aqui vão os melhores tipos de disco de corte e suas especialidades:

Disco de corte diamantado

Este tipo de disco é um dos mais conhecidos, pois serve para cortar muitos tipos de materiais, mas você precisa tomar cuidado, pois existem dois tipos de discos de corte diamantados, sendo eles o segmentado, contínuo e o turbo.

O segmentado possui seus segmentos como o próprio nome já diz, e por isso é muito recomendável para peças de granito e mármore, por exemplo os materiais que não requerem precisão, os espaços entre os segmentos ajudam a refrigerar o disco e a peça ser cortada.
Enquanto o contínuo, que é liso, é mais recomendável para porcelanatos, azulejos e cerâmicas, por essa característica gera menos atrito nos materiais para quem deseja um corte com maior precisão, usar água é recomendado para auxiliar na refrigeração, porque normalmente esses discos não possuem ventilação.

Já no turbo encontramos a combinação da velocidade e acabamento. Este disco não é completamente liso e nem inteiramente segmentado, dessa maneira, você pode contar com a estabilidade do corte liso sem sofrer um super aquecimento, graças a refrigeração da banda segmentada.

Essa ferramenta é muito útil para materiais que não precisam de um acabamento extremamente liso, mas também não podem apresentar rebarbas e lascas.

Disco de corte para ferro

Os discos próprios para ferro costumam ser lisos e finos, o tornando também muito bom para cortar peças feitas de cobre, bronze e latão, por exemplo.

Para cortar esse tipo de material é recomendável que não use discos com segmentação.

Disco de corte próprio para aço e metal

Característico pela sua finura e sua composição à base de óxido de alumínio, este é um disco muito recomendado para o corte de cantoneiras, tubos e barras de aço e metal. Costuma não possuir segmentação, como o disco anterior.

Disco de corte refratário

Este disco é conhecido por sua espessura e sua fabricação em duas telas. É muito utilizado para o corte de ferro fundido, matérias não ferrosos, concreto, mármore, granitos e outros.

Disco de corte para serra circular

Feito especialmente para ser utilizado em serras circulares, este disco é segmentado (com dentes). É recomendado para cortar peças de metal, tapume, viga, pilar, madeira e outros.

É o famoso custo beneficio, considerando que com uma única ferramenta você ainda pode trabalhar com vários materiais.
São utilizados em Serras Circulares ou Serras Mármore (podendo ser conhecidas com Serra Videa), tem seu uso principal para cortes em madeira.

Variando o tipo da madeira em que é trabalhada e o resultado que se espera obter, aumenta-se o número de dentes, quanto maior o número de dentes mais limpo será o corte.
Caso necessite de um corte mais bruto, será utilizado o disco com menor número de dentes possíveis que será o de 24 dentes.

Existem também Serras Videas para alumínio, sendo utilizadas em máquinas como as Serras Policorte ou Serra Esquadria.

 

Alertas importantes

Por ser uma ferramenta especifica para corte, é muito importante que se tenha cuidado ao utilizar o disco, evitando acidentes indesejáveis. Por isso, cheque se o disco foi devidamente colocado na maquina com base nas instruções do fabricante. Confira se o sentido da rotação combina com a seta presente no disco.

É importante verificar se o disco que está sendo utilizado é o ideal para sua máquina, existem discos que não compatíveis com algumas máquinas, caso não queira ter problemas realize a certificação.

Também é importante lembrar de usar os protetores auriculares, para proteger seu ouvido, máscara de respiração anti-pó, os óculos e luvas para te proteger das faíscas, avental, touca protetora e botas reforçadas. A sua segurança precisa sempre vir em primeiro lugar!


Nós da Casa do Soldador produzimos este conteúdo especialmente para você, e esperamos que tenha sido útil e que agora já saiba qual disco comprar! Caso o post tenha te ajudado, compartilhe com seus amigos que também gostariam de saber mais sobre o assunto e até a próxima!

 

Casa do Soldador

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços e personalizar nossa publicidade. Ao prosseguir navegando, você aceita esta política de monitoramento. Para mais informações, consulte nossa Política de Privacidade