Polimento cristalizado: o que é, quanto custa e quando fazer

Polimento cristalizado: o que é, quanto custa e quando fazer


Polimento é uma coisa, cristalização é outra. Mas você sabe o que acontece quando unimos os dois? Bom, garantimos que o resultado é excelente! O polimento cristalizado é o que há de melhor para o visual e conservação do automóvel. Continue lendo para entender – nós explicamos na sequência!

O que é o polimento cristalizado?

O polimento cristalizado é uma técnica utilizada para aumentar a durabilidade da pintura automotiva. Esse método consiste na aplicação de uma resina que evita que os riscos cheguem à pintura. A resina precisa ser a específica para cristalização. Sabe por quê? Apenas ela tem a capacidade de proteger sem modificar a estrutura molecular da tintura automotiva. Dessa forma, não causa nenhuma reação química negativa na coloração ou brilho do verniz.

E se você mesmo realizar o procedimento: nada de usar materiais de segunda qualidade! Imagine só, correr o risco de destruir a pintura do carro, além de perder o trabalho e desperdiçar material. Vamos fazer o trabalho bem feito!

Para te ajudar nessa jornada de “faça você mesmo”, entenda os segredos da pintura automotiva. Assim, fica mais fácil entender como funciona o polimento e o processo de cristalização.

Se os produtos são importantes, é de se esperar que o resultado seja do mesmo padrão. Nós explicamos como fica no próximo tópico.

Como fica depois da aplicação?

Protegido e brilhante! Esse é o objetivo da técnica. Os carros com polimento cristalizado tem um brilho diferente, aliás eles se destacam no meio dos demais. Com certeza, você já se deparou com um carro que estava reluzente – parece zero km!

E dá uma vontade de ter um desse jeito, não é mesmo?! Afinal, o carro fica imponente e marcando presença por onde passa. Renove o brilho do carro, moto, caminhonete, enfim… Se eles estiverem opacos, foscos, sem vida e cheios de riscos, essa é a técnica certa!

Ah, e depois de pronto é interessante conservá-lo. Por isso, te convidamos a aprender como conservar a pintura de automóveis. Ah, estamos falando a todo momento sobre polimento cristalizado, porém ainda não abordamos a diferença entre os termos que compõem a técnica. Veja a seguir a breve explicação.

Qual a diferença entre polir e cristalizar?

O polimento consiste na aplicação de um abrasivo sobre a lataria para retirar os riscos e renovar a pintura do automóvel. Já a cristalização é a aplicação da resina protetiva sobre a pintura pronta – é ela que proporciona o aspecto brilhante!

“Ah, mas só cristalizar é suficiente“. Olha, cristalizar antes de polir é a mesma coisa que pintar uma parede com rachaduras. De nada adianta pintar com a cor mais bonita se a rachadura permanecerá no mesmo lugar. Além do aspecto visual há também a desvalorização do serviço em si. Portanto, se há riscos, manchas ou qualquer outra avaria é imprescindível polir antes de cristalizar. Faça o trabalho completo, isso só fará bem!

Apenas cristalize se não há nenhum imperfeição – algo muito difícil de acontecer! E você sabe quando é interessante aplicar essa técnica?

Quando aplicar a técnica? Entenda os 3 momentos!


Sempre é momento para melhorar, mas nós destacamos os três mais importantes – tudo porque o ideal é realizar até 3 polimentos durante a vida útil do automóvel. E como essa técnica envolve o processo de polir, nós iremos destacar os mais importantes.

1. Ao tirar da concessionária

Mas o carro não é novo? Se o automóvel está saindo da concessionária novinho em folha, o brilho dele já incrível. Porém, ao sair no asfalto já começa a receber pedras, areia e uma infinidade de impurezas na lataria.

Aqui, é interessante aplicar a cristalização, levando em consideração que não há riscos ou imperfeições na superfície. Porque nesse momento não estamos buscando aspectos estéticos, mas sim protetivos. É uma forma de prevenir de muitos problemas inevitáveis.

2. Para revender o carro

Lembra que os carros brilhantes chamaram a sua atenção na rua? Então, use desse artifício para atrair olhares e conseguir seu objetivo. Afinal de contas, quando vamos comprar carros usados, naturalmente nos atraímos belos mais bonitos. É uma questão estética, pois sempre queremos algo que deixe o veículo mais bonito!

Por isso alegamos que é mais fácil revender um carro com polimento cristalizado. Sem falar que valoriza – e muito – o automóvel!

3. Renovar após anos de uso

Falando em valorização, chegamos exatamente ao tópico que aborda esse ponto. Com o passar dos anos é natural que o automóvel sofra algumas consequências, sempre tem algum motorista que mistura tinta ao fazer baliza ou dirige seu carro de forma brutal em uma estrada de terra… cheia de pedregulhos.

Essas são apenas duas situações que colaboram para que o carro desvalorize, afinal os riscos e arranhões prejudicam a lataria. Logo, o polimento cristalizado é a melhor forma de renovar o automóvel. Mas quanto custa essa brincadeira?

Qual o valor de um polimento cristalizado?

Depende. O cálculo do preço envolve o tamanho do automóvel, a dificuldade para realizar o serviço e tantos outros detalhes que o próprio carro apresenta.

Bom, mas para não te deixar totalmente no escuro, temos uma base de preços que pode te ajudar a se planejar. Nossas pesquisas indicam que o polimento cristalizado custa em torno de R$100,00 a R$500,00 – contando com profissionais executando o trabalho.

Depois de entender acerca do polimento cristalizado, que tal investir numa máquina de pintura? Essa ferramenta é essencial para transformar o serviço amador em profissional. Confira as opções que nossos especialistas destacaram!

Nos vemos no próximo post, até lá!

liveSEO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços e personalizar nossa publicidade. Ao prosseguir navegando, você aceita esta política de monitoramento. Para mais informações, consulte nossa Política de Privacidade