Diferença entre solda MIG e TIG | Veja na Casa do Soldador!

Diferença entre solda MIG e TIG | Veja na Casa do Soldador!

Não sabe qual tipo de soldagem escolher para o serviço? A Casa do Soldador traz as principais diferenças entre as soldas MIG e TIG, cada uma com suas qualidades e casos em que serão bem utilizadas. Confira!

Como funciona o processo de soldagem

É importante conhecer o processo de soldagem para fazer a melhor escolha na hora de comprar uma boa máquina de solda. Algumas são mais fáceis de serem utilizadas e exigem menos experiência.

A soldagem consiste basicamente em unir dois materiais de maneira completa e indivisível. Mas existem diferentes processos para se chegar nesse resultado. Por isso, quando for escolher o tipo de solda para o seu projeto, fique atento aos detalhes.

Solda Mig: Principais características

O nome MIG quer dizer Metal Inert Gás. Esse tipo de solda utiliza um tipo de alimentação semiautomática através de um arame, que passa por uma tocha para ficar no estado líquido. O processo é feito através de um curto circuito, que forma a poça metálica.

A soldagem Mig utiliza o gás para proteger a poça metálica formada no arco, tornando o processo mais eficiente.

Solda Tig: Principais características

Assim como o modelo citado anteriormente, a solda TIG (Tungstênio Inerte Gás) utiliza um eletrodo de tungstênio para passar uma corrente elétrica nos metais que devem ser soldados.

Quando esses metais chegam no estado líquido o soldador precisa inserir a vareta TIG, que é o material que será usado para soldar as partes. Isso torna esse tipo de soldagem mais precisa.

Diferenças no uso

As diferenças no uso dessas duas máquinas também devem ser consideradas na hora da compra. É imprescindível que o soldador tenha essas características em mente quando for escolher o tipo de soldagem.

A máquina de solda MIG funciona basicamente derretendo o arame que está conectado na tocha, indo direto para o projeto. Isso faz com que o soldador consiga fazer o processo de soldagem com apenas uma mão, já que a alimentação feita pelo arame serve de gatilho para a tocha.

Já a soldagem TIG utiliza o eletrodo de tungstênio para derreter o metal que será soldado. O soldador precisa, então, usar as duas mãos no processo. Uma conduz a tocha e a outra alimenta a solda com a vareta. Em alguns modelos existe também um pedal para o soldador controlar a corrente formada na tocha.

Material que será soldado

A soldagem de metais grossos e robustos pode ser feita com maior velocidade utilizando uma máquina MIG. Assim você economiza tempo e pode fazer muitos serviços com facilidade. Também é ideal para projetos em que o acabamento não será tão visível.

Já a máquina TIG é ideal para serviços que exigem um acabamento especial, ou em peças com uma espessura pequena. Com a soldagem TIG é possível fazer um serviço mais cuidadoso.

Custo-benefício

Saber a relação entre valor gasto e resultado final é um outro ponto importante para escolher o modelo de soldagem que será empregado em um serviço.

A soldagem TIG oferece um acabamento detalhado e discreto (quando bem utilizado) e por isso exige um investimento maior. Já o modelo de soldagem MIG oferece um ótimo custo-benefício e acaba sendo mais utilizada no mercado.

E então, qual escolher?

Os dois tipos de equipamento são parecidos, pois chegam no mesmo resultado. Mas não se engane. A diferença na composição torna a soldagem TIG muito bem detalhada, sendo melhor para serviços profissionais que exigem cuidado, como a criação de um protótipo.

Já a soldagem MIG tem um processo que a torna mais eficiente e rápida. Sendo ideal para serviços em grande escala que precisam de certa velocidade e menos experiência.

Isso não quer dizer que qualquer um pode usar uma máquina de solda MIG, mas que o profissional que for realizar a soldagem com ela não precisa dispor de muito tempo e, assim, pode completar o serviço mais rapidamente.

Confira alguns projetos em que cada tipo desempenha um papel interessante:

Solda MIG:

  • Projetos de grande porte;
  • Metais mais espessos;
  • Soldagens contínuas;
  • Serviço que precisam de agilidade
  • Soldagem em grande quantidade.

Solda TIG:

  • Serviços que necessitam de um acabamento delicado;
  • Soldagem de metais pequenos e com menor espessura;
  • Serviços que precisam de maior precisão;

Já deu pra perceber que não dá para levar a mesma máquina de solda para qualquer serviço. É preciso conhecer bem o projeto que será desenvolvido, além do valor que pode ser gasto e a habilidade do soldador.

Tempo disponível, tamanho da peça, acabamento. Tudo isso deve ser considerado. Nós da Casa do Soldador estamos sempre trazendo conteúdos que visam melhorar a qualidade do seu serviço e te ajudar a tirar o máximo de proveito do seu equipamento com total segurança.

E falando em equipamento, confira os 3 acessórios para o seu lar. Esse post está repleto de dicas para deixar a sua casa preparada para tudo.

Casa do Soldador

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Nós utilizamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência em nossos serviços e personalizar nossa publicidade. Ao prosseguir navegando, você aceita esta política de monitoramento. Para mais informações, consulte nossa Política de Privacidade