Tudo o que você precisa saber sobre o uso de alicates!

Os alicates são ferramentas super versáteis e úteis em diversos tipos de trabalho. Seja para o uso profissional ou para realizar pequenos reparos em casa, muito provavelmente você vai precisar de um alicate em algum momento. O uso de alicates permite descascar fios, cortar itens, apertar, torcer, entre outras funções.

Se você ainda tem dúvidas na hora de usá-los ou não sabe qual é o tipo certo para cada objetivo, preparei um guia completo sobre a ferramenta que vai te ajudar nisso. Continue rolando a página e confira tudo o que você precisa saber!

O que é um alicate?

De maneira geral, um alicate é uma ferramenta criada para realizar trabalhos manuais de aperto, torção ou corte de outros itens e materiais. Dessa forma, é possível utilizar um alicate para remover parafusos e até cortar fios elétricos. Essa grande versatilidade faz dele um item indispensável na sua caixa de ferramentas.

Se você precisa apertar ou segurar algo com muita estabilidade e força, ele também é a escolha ideal para o trabalho. Independentemente do objetivo, o alicate é um instrumento cheio de funcionalidades e que é essencial para o dia a dia de diversos profissionais, de eletricistas a encanadores.

E em relação à sua construção, ele é formado por duas alavancas ligadas por meio de uma articulação que fica no meio da ferramenta. Com isso, você consegue aplicar a força necessária para realizar as suas funções básicas de cortar, torcer ou apertar.

Conhecendo os diferentes tipos de alicates

Mesmo com o alicate sendo um instrumento tão versátil e robusto, ainda existem variações do seu modelo tradicional que são feitas especificamente para cada tipo de trabalho. Confira os principais tipos de alicates a seguir:

  • Alicate universal: é o modelo mais comum e serve para diversas funções;

  • Alicate de corte diagonal: ótimo para cortar cabos, fios de sucata e aparar componentes eletrônicos;

  • Alicate de bico (meia cana): feito para manipular fios e cabos com facilidade, alcançando locais de difícil acesso;

  • Alicate eletricista: ideal para trabalhos com eletricidade, graças a sua proteção emborrachada no cabo;

  • Alicate de bico redondo: seu bico arredondado permite chegar em locais difíceis, servindo para trabalhos delicados;

  • Alicate descascador: feito para descascar a ponta de fios;

  • Alicate de pressão: a solução ideal para trabalhos pesados em que é necessário apertar com força;

  • Alicate crimpador: utilizado para dar firmeza a conexões de cabos;

  • Alicate corta cabos: é o modelo perfeito para realizar cortes precisos em cabos, sem ter que aparar depois.

Se você quer conhecer ainda mais opções, temos um post sobre tipos de alicate que conta com 23 modelos para você encontrar o ideal para atender às suas necessidades. Confira!

Escolhendo o alicate certo para cada tarefa

Escolher o alicate certo para cada atividade é extremamente importante para garantir que o trabalho seja feito corretamente e sem nenhum problema. O primeiro passo para conseguir isso é justamente conhecer os principais tipos e saber quais são as suas funções.

Assim, é preciso escolher o alicate conforme a tarefa que você pretende realizar. Se você vai ter que descascar fios elétricos, por exemplo, uma das melhores opções é o alicate descascador. Caso você precise de força e quer apertar um parafuso, o alicate de pressão é o ideal.

Conteúdo relacionado: Como organizar uma caixa de ferramentas?

Dicas para usar alicates eficientemente

Depois de escolher o seu alicate, é hora de ver como usar ele da melhor maneira. Como eles possuem funções bem parecidas entre si, as dicas serão dadas de maneira geral e servem para a grande maioria dos casos. Confira a seguir:

1. Mantenha seus alicates em boas condições

É fundamental manter os alicates bem condicionados. Caso eles estejam empenados ou enferrujados, com toda certeza você não terá todo o desempenho que eles podem oferecer.

Faça uma limpeza regular das lâminas e lubrifique as articulações da ferramenta. Além disso, é importante verificar o instrumento com certa frequência, analisando se há algum desgaste.

2. Use o alicate para a função que ele foi projetado

Apesar de ser uma ferramenta extremamente versátil, é essencial não usar os alicates para funções que eles não foram projetados. Por exemplo, se você tem um alicate de bico redondo, não tente usá-lo para serviços de muita força, como apertar ou torcer algum objeto. Para esse tipo de uso, utilize um modelo de pressão.

3. Não exponha alicates a altas temperaturas

A maioria dos alicates não foi feita para trabalhos com temperaturas elevadas, pois isso pode alterar a dureza do aço utilizado nas lâminas e causar danos ao restante da estrutura da ferramenta. Dessa forma, é possível que ela estrague e não consiga mais realizar suas funções ou, até mesmo, machuque o operador durante o seu uso.

Os alicates são instrumentos muito úteis e que você precisa ter em casa. Agora que você conhece alguns dos principais modelos, sabe qual o ideal para cada atividade e como usá-los de forma segura, é só escolher o seu e começar os seus reparos em casa, no trabalho e onde for preciso.

Se você gostou deste conteúdo e deseja conferir mais dicas como essas sobre o uso de ferramentas, convido você a ler o nosso conteúdo sobre as melhores marcas de ferramentas do mercado. Acesse e conheça!

Até o próximo post!

Photo of author

Autor: Luís Guilherme

Luís Guilherme Cabral, um funcionário renomado na Casa do Soldador, começou a trabalhar com a empresa em 2013: foi separador, conferente, atuou no despacho de mercadorias, contagem, balcão de vendas, marketing e agora é coordenador do e-commerce. Durante toda a sua jornada, absorveu conhecimentos únicos e especializados na área de soldagem e marcenaria, o que o auxilia na hora de compartilhar esse conhecimento com os clientes no balcão e em nosso blog. Buscando, então, sanar as dúvidas de todos os nossos clientes, Luís trabalha para trazer conteúdos de qualidade e realistas com o dia a dia de nossos usuários, que vão desde a instalação de equipamentos, listas e dicas de ferramentas, até conteúdos mais aprofundados e técnicos sobre solda.

Deixe um comentário