Gramatura de lixas: entenda as numerações, tipos e aplicações

As lixas são muito funcionais e auxiliam no trabalho com diversas superfícies, como madeira, metais e paredes. Mas você sabia que existem diferentes gramaturas de lixas, que possuem aplicações distintas?

Por ser um item abrasivo, ou seja, que causa desgaste em outro material, ele conta com um sistema de classificação que atende a funções específicas. Neste post, eu te explico o que são e para que servem os tipos de granulações de uma lixa.

Continue a leitura e entenda como você pode enriquecer o seu trabalho de lixamento com a escolha da lixa mais adequada ao seu projeto!

Para que servem as lixas?

As lixas são usadas para corrigir imperfeições, contaminantes, deixar as superfícies opacas ou dar mais brilho, nivelar, polir, e facilitar o processo de repinturas, aumentando a aderência a novas camadas de tinta ou verniz. Um item multifuncional, sendo muito útil para pinturas e reparação de materiais.

É possível encontrá-las como folhas de lixa, em rolos, e em disco de corte, podendo ser usadas em lixadeiras, molhadas ou em superfícies específicas. O que determina a sua aplicação é o nível de granulação da lixa.

O que é granulometria?

A granulometria é a análise de partículas ou grãos que compõem um material. Esse é o termo técnico para se referir à gramatura das lixas.

O equipamento abrasivo é composto por vários grãos e classificado em diferentes numerações, correspondendo à sua espessura e aplicações. Os números vão de 8 a 5.000, que indicam a quantidade de granulação. Quanto maior o número, mais fino e delicado é o acabamento da lixa.

Para cada tipo de lixa e função que ela desempenha, existem muitas variações no nível de grãos. Abaixo, você vai entender melhor sobre cada uma das gramaturas.

Lixas grossas — gramatura baixa

As lixas que possuem gramatura baixa, entre 8 e 80, são mais conhecidas como lixas grossas. Elas são mais indicadas para os trabalhos pesados de remoção ou desbaste de materiais.

Como são componentes mais espessos, são indicadas para eliminar os defeitos mais visíveis e preparar o item para o acabamento ou polimento adequado. É o tipo recomendado para eliminar marcas e ondulações de ferramentas, alvenaria e remover pinturas.

Lixas médias — gramatura média

As lixas com gramatura média, cerca de numeração 100 a 200, são indicadas para nivelamento do material. Podem ser utilizadas depois das lixas grossas, ou como a primeira etapa de lixamento.

Elas oferecem um lixamento que elimina defeitos na superfície, porém de maneira menos agressiva que as lixas grossas. Além disso, são também utilizadas para lixar massa corrida, pinturas, verniz, madeira e remover ferrugem.

Lixas finas — gramatura alta

As lixas de gramatura alta contemplam numerações de 240 a 5.000. Essa é a categoria mais abrangente e com opções para diversas aplicações que requerem um trabalho mais delicado de acabamento e polimento.

São indicadas para lixamento entre demãos de tinta, gesso, massa corrida, preparar superfícies metálicas, como aço, alumínio e chapas zincadas. A alta quantidade de grãos permite que ela faça um trabalho suave para dar brilho ou uniformizar pormenores, sem marcar ou agredir o material.

Essas são as características gerais dos tipos de gramatura de lixa e para que servem. Entretanto, cada projeto demandará uma granulação específica ou até mesmo mais de uma para se atingir o resultado desejado.

Como escolher a lixa de gramatura ideal?

Agora que você entende as diferenças básicas dos tipos de gramatura de lixa, é preciso compreender alguns critérios do seu projeto para adquirir a lixa na granulação ideal. A seguir, você confere algumas dicas:

Considere o material que será lixado

Madeira, metais, reboco… Se existem vários tipos de lixa é para atender aos cuidados de diferentes tipos de materiais. Por isso, observe e pesquise qual é o método de lixamento e gramatura que a superfície pode receber para nivelamento ou polimento;

Analise o tamanho e o formato das lixas

No mercado, há lixas em rolo, em disco, com larguras e comprimentos variados. Entenda qual é a sua necessidade com o item e considere levar o que mais se adequa ao seu projeto;

Avalie a necessidade de equipamentos

É possível utilizar as lixas manualmente, cortando e dobrando da maneira que mais desejar para eliminar defeitos e fazer acabamentos. Mas, dependendo do trabalho, pode ser preciso investir em suportes, tacos e lixadeiras para facilitar o processo;

Compre lixas de qualidade

Como ocorre com todos os produtos, existem lixas de qualidade e aquelas que te deixam na mão quando você mais precisa. Invista nas melhores e em marcas conhecidas, para garantir boa durabilidade e resistência da lixa.

Independentemente do trabalho de lixamento que você irá realizar, a Casa do Soldador conta com a ferramenta mais adequada para te ajudar no projeto. Continue no blog e confira outros conteúdos que vão complementar os seus conhecimentos em granulação de lixas.

Por aqui, você também pode se informar melhor sobre tipos de lixadeira, dicas de equipamentos de polimentos, de pintura, trabalhos em marcenaria ou solda. Navegue pelo site e tire suas dúvidas com quem sabe do assunto.

Te vejo no próximo post!

Photo of author

Autor: Luís Guilherme

Luís Guilherme Cabral, um funcionário renomado na Casa do Soldador, começou a trabalhar com a empresa em 2013: foi separador, conferente, atuou no despacho de mercadorias, contagem, balcão de vendas, marketing e agora é coordenador do e-commerce. Durante toda a sua jornada, absorveu conhecimentos únicos e especializados na área de soldagem e marcenaria, o que o auxilia na hora de compartilhar esse conhecimento com os clientes no balcão e em nosso blog. Buscando, então, sanar as dúvidas de todos os nossos clientes, Luís trabalha para trazer conteúdos de qualidade e realistas com o dia a dia de nossos usuários, que vão desde a instalação de equipamentos, listas e dicas de ferramentas, até conteúdos mais aprofundados e técnicos sobre solda.

Deixe um comentário